Feeds:
Posts
Comentários

Augusta com Oscar Freire

Sinceramente, eu moro em São Paulo a minha vida toda e nunca pensei que encontraria uma rua como a Oscar Freire, andar lá em um sábado é um passeio único. Parece Veneza, muitos estrangeiros, só pessoas bonitas, outros idiomas, outras realidades e muito muito charme.

Para nós pobres mortais, não há muito o que comprar por lá, ou seja, não dá para sair com milhares de sacolas, mas dá para comprar uma ou outra peça de alta costura e muitos acessórios. De Chanel a nova loja da Melissa, que diga-se de passagem é o MÁXIMO tem de tudo! 

O que eu realmente adorei foram as diversas “feirinhas” de acessórios onde comprei pulseiras lindas de prata a R$50 e lenços por R$70 como o da foto. E se você não estiver achando a sua loja as ruas tem mapas indicativos com o nome das lojas e seus posicionamentos.

Mapa das Lojas Oscar Freire

Agora se você realmente quer sair com sacolas de roupas super transadas vá até a Galeria Ouro fino (Augusta, uma quadra para cima da Oscar Freire), onde muitos estilistas famosos como o Alexandre e os óculos da Chilli Beans começaram as suas histórias.

Lá tem várias lojas com roupas e acessórios super transados a preços super acessíveis. Apesar da cara de decadente dos primeiros andares existe um andar onde vcoê encontra a Tais Gusmão (lingerie) e a Melancia (acessórios) que são simplesmente imperdíveis e com excelentes preços!

Fotos da Galeria Ouro Fino



Fotos da loja da Melissa


Esta semana eu fui ao único Outlet estilo EUA/Europa do Brasil. Devo confessar que estava meio incrédula que seria um outlet de “verdade” porém vou dar o braço a torcer e dizer que me senti em Nova York, ele é igualzinho (em proporções menores é claro)! Até as lojas em forma de casinhas de um condomínio fechado é igual! E os preços também seguem a mesma linha ou seja super hiper barato!

Premium Outlet

É claro que você não vai achar uma calça da Diesel por 30 dólares ou ama camisa da Armani por 10 dólares mas eu achei blusas da AX por R$ 50, calças da TNG por RS40 e o que mais gostei biquínis da Track & Field  por acredite se quiser R$39!!! Nas lojas mais chiquetosas como Giorgio Armani e Animale as roupas estavam mais ou menos 50% mais barato. A loja da Adidas tem preços bem legais agora a Nike tem cerca de 20% ou 30% de desconto incluindo as camisas de futebol. Comprei camisetas de dry-fit por R$50 mas conheço gente que achou por R$25. Não dei a mesma sorte snif snif…

Eu fui de carro e é bem fácil de chegar pois é na beira da Rodovia Bandeirantes, se você estiver saindo de São Paulo logo depois de passar pelo Hopi Hari encoste a direita logo você verá o retorno para o Outlet. Mas se você quer ir de uma forma mais barata, o outlet tem saídas DIÁRIAS de um ônibus do centro da cidade para lá por míseros R$ 25, só de pedágio você gasta quase isto. As informações estão abaixo neste post. O estacionamento é de graça!

Um dos corredores do Outlet

Um dos corredores do Outlet

Se você se cadastrar no site deles você ganha descontos exclusivos para ter mais desconto quando for fazer as suas compras.

Sobre comida eles tem opções mais baratinhas como a Vivenda do camarão até as mais salgadas como o Apple Bees então pode ir sem medo de deixar a economia no almoço.

Eu tenho vários conselhos para quem vai em um outlet porém atenha-se a ir de tênis e levar uma mochila de rodinha de preferência para não ficar carregando as coisas sem ter mãos livres para ver as outras lojas.

Ônibus do Outlet

Reserve pelo telefone da própria empresa  11 – 3361.2131.

A passagem de ida e volta custa R$ 25,00 ou R$ 15,00 por trecho.

Saídas de São Paulo/Outlet do Bar Brahma no cruzamento da Av Ipiranga com a Rua São João às 9:00, 15:00 e 18:30.

Saídas Outlet/São Paulo 13:00, 17:00 e 21:30.

Crianças menores de 5 anos e idosos acima de 60 anos: passagem livre.
Crianças de 6 a 12 anos tem desconto de 50%.

Endereço do Outlet

http://www.premiumoutlet.com.br

Rodovia dos Bandeirantes, km72

Quando eu penso em São Paulo a primeira coisa que vem na minha mente é o Trianon-MASP. Para mim que não nasci na cidade de São Paulo  nada me enche mais do espírito paulistano do que este pedacinho da Av. Paulista. Como trabalho pertinho do MASP adoro ir até lá na hora do almoço e ficar olhando os turistas tirando fotos e conversando sobre o fato do MASP estar suspenso.

Turistas no MASP

O MASP é inteiro suspenso por quatro pilares o que faz dele um edifício único e dentro do Museu não existe pilastras no meio do ambiente para segurar o teto, o que nos traz a várias histórias engraçadas como a de pessoas que não se sentiram bem lá dentro devido à ausência das pilastras. O que pouca gente sabe é que ele foi construído daquela forma porque o doador do terreno para a construção do MASP exigiu que a vista da Av. Paulista para o centro da cidade não fosse obstruída pela construção do edifício e desta forma a única maneira era fazê-lo suspenso. Devo confessar que a vista hoje é decepcionante e que olhar para a Paulista é mais legal do que olhar para baixo, mas imaginar que era uma belíssima vista quando o MASP foi construído é tentador.

Além da arquitetura o legal do MASP é a diversidade de obras que encontramos lá. Com exposições sempre bem boladas não importa quantas vezes você entra nele tem sempre uma coisa nova para você ver mesmo que seja de um novo ângulo.

Até o dia 08 de maio de 2010 ele esta com o Romantismo em cartaz contando com obras de Van Gogh, Renoir e meu tão amado Cézanne. Quando for lá, aproveite para terminar o dia no parque do Trianon do outro lado da rua. Eu adoro passar os fins de tarde lá vendo que em plena avenida paulista existem crianças brincando com os seus avós. E mais importante do que tudo, depois de algumas horas os bancos do parque são, sem sombra de dúvida, uma benção divina. Se você for no fim de semana na paulista tem uma feirinha de arte nas calçadas bem pertinho do Trianon e é uma boa pedida passear por lá também e depois ficar em algum dos barzinhos da Joaquim Eugênio de Lima só para encerrar a noite.

Pátio do MASP

Dias de funcionamento e valores.

Terças, quartas, sextas, sábados, domingos e feriados, das 11h às 18h (bilheteria aberta até às 17h).
Quintas-feiras, das 11h às 20h (bilheteria até às 19h).

Ingressos: R$15,00 (valor inteiro) e R$ 7,00 (estudantes). Menores de 10 e maiores de 60 anos não pagam.

MASP

Entrada gratuita ao público às terças-feiras.

Mais informações sobre o MASP entre no site deles por aqui. http://www.masp.art.br/

Indy 300 em São Paulo

A Indy 300 chega em São Paulo  nos dias 13 e 14 de março e muita gente, que não conhece São Paulo está meio perdida, então espero ajudá-los com o básico. O evento ocorrerá na Zona Norte, no pavilhão do Anhembi onde fica o Sambódromo. Os ingressos de 2 seções já estão esgotados e no final deste post estão o endereço de onde comprar os ingressos.

Para quem quiser ir de metro, desça na estação Santana (linha azul) e vá andando ou pegue um taxi. Deve dar cerca de 600m até o local. Se for de carro faça um caminho que não envolva a marginal Tiete pois o circuito passará no meio dela e sinceramente não acredito que o transito ajudará neste dia.

Sobre hospedagem, existe um hotel o Holiday Inn que fica literalmente no meio do circuito. Eu nem compraria ingresso se estivesse hospedada neste hotel pois a visão é totalmente limpa, não tem prédios ou árvores entre ele e a pista da corrida. Se a opção não é este ai, escolha um outro qualquer de preferência na região central ou na zona norte.

E o que tem perto da corrida para fazer?

A zona norte é uma área de São Paulo bem residencial mas a cerca de 500m da corrida temos o shopping Center Norte, um dos maiores da América Latina e possui um pavimento chamado Lar Center que só vende artigos para casa, desde sofá até aquela colher linda que você não acha nunca.

Para quem é doida por sapato, existe um estilista muito famoso pelos seus belos pares de sapatos femininos chamado Jorge Alex que fica, olha só que delicia, a menos de 1km do evento e para ajudar nesta loja dele você encontra uma ponta de estoque que tem pares muito muito baratos. Ela tem 5 mil metros quadrados em Santana.

Uma outra dica bem legal um pouquinho mais longe, do outro lado do Rio, é o shopping Bourbon que possui a única tela IMAX do Brasil. Se você for encarar um filme lá 3D na sala IMAX compre o mais rápido possível o ingresso por aqui pois normalmente precisamos comprar com 2 semanas de antecipação um ingresso lá.

Como São Paulo não para nunca nada disto estará fechado no fim de semana da corrida.

Se o negócio é comer eu realmente sugiro a churrascaria da Villa, eu não como carne, mas segundo os paulistanos que comem muita carne é a melhor churrascaria de São Paulo e fica bem perto do evento também, uns 3km.

Se você quiser mais informações sobre o evento sugiro os seguintes sites

Postos de Venda dos Ingressos

http://www.livepass.com.br

Morumbi Shopping, estacionamento, piso G1 – Av. Roque Petroni Jr., 1.089 – Morumbi – São Paulo

Shopping Anália Franco, piso Orquídea – Rua Regente Feijó, 1739 – Tatuapé – São Paulo

Posto Ipiranga – Av. Faria Lima, 3825 – Pinheiros – São Paulo

Posto Ipiranga – Rua Dr. Franco Da Rocha, 664 – Perdizes – São Paulo

Posto Ipiranga do Centro Automotivo Gravatinha – Av. Portugal, 1756 – Jd. Bela Vista – Santo André

Sambódromo do Anhembi – Av. Olavo Fontoura, próximo ao portão 19 – Santana – São Paulo

https://livepass.showare.com.br/Performance/ShoWareFrontEndPerSectionReservation.aspx?PERFORMANCEID=23

São Paulo é o paraíso dos eletrônicos, e em plena Av. Paulista você pode comprar notebooks, pendrives, ipods, Iphones, câmeras digitais, nintendo Wii, Playstation 3, relógios, óculos escuros, bolsas, Kerastase, Victoria Secrects, rádio para carro, GPS e qualquer coisa que apite e seja fabricada na China. Você consegue consertar os seus aparelhos, destravar celulares e até mesmo o seu vídeo game. O Stand Center fica na estação Trianon-MASP (linha verde), é só descer da estação e dar de cara com ele. O problema dele é que vire e mexe a prefeitura o lacra, ou seja, ela vai lá e sobe uma parede de tijolos para ninguém comprar nada porque os produtos, na maioria dos casos, é sem nota ou pirata mesmo (como os jogos do Playstation). Portanto, você pode ter o azar de pegá-lo fechado, mas isto é raro e sempre sai nos sites de notícia (Terra, G1, etc.).

Stand Center

Stand Center - Entrada Metro Trianon

Para os produtos que são sem nota, eles normalmente dão um recibo, e se você tiver problemas com o aparelho é só levar de volta que consertam ou trocam para você. Eu sempre compro na primeira lojinha do lado esquerdo (com você de frente para a porta de entrada). A dona é uma coreana muito mal humorada, mas já tive problemas com um celular e ela foi super prestativa e arrumou direitinho para mim, que é o que importa no final.

Os preços são bem bons, você consegue os mesmos preços ou até menores que os do mercado livre, mas sem o sedex e pegando e experimentando na hora. Se você pagar em dinheiro, pode ter descontos de no mínimo 5%, a idéia é pechinchar.

Se você for até lá, aproveite para dar uma passeada no parque do Trianon que fica do outro lado da rua e é super legal para descansar um pouco as pernas. Agora se você estiver no clima Cult, aproveite para ver o MASP (Museu de Arte Moderna de São Paulo) que está do outro lado da calçada.

Cosméticos na Liberdade

                Ao chegar a São Paulo, especialmente se você for mulher, a necessidade de comprar alguns cosméticos ou até uma escova de dente básica é clara. Tá bom vai, a vontade de comprar também uns cremes, umas maquiagens, pincéis, tintas e etc. sempre existe, o bairro da Liberdade é o lugar perfeito para isso.

                O que os sites de turismo não dizem é que o bairro da Liberdade, além de centro da cultura oriental e detentor de belas paisagens e restaurantes, esconde algumas das melhores lojas de cosméticos em geral com preços absurdamente baixos. O bairro possui fácil acesso, perto do centro (Praça da Sé) e com uma estação de metrô própria (Estação Liberdade), não tem erro. Lá, você garante uma tarde de passeio agradabilíssima, cercada de postes de luz ao estilo oriental e ruas estreitas e charmosas com toda a sorte de lojas e produtos diferenciados.

Em uma mesma rua, há pouquíssimos metros da estação de mêtro, (Rua Galvão Bueno, nº37) está a Ikesaki, gigante em cosméticos e paraíso de qualquer mulher que se preze. Esta loja, para quem não conhece, é o centro de compras de diversos salões de beleza da cidade por seus preços e oferta gigantesca de produtos. Não se preocupe a venda ao varejo possui os mesmos valores das vendas ao atacado, o que chega a enlouquecer qualquer uma. Shampoos de todos os tipos, cremes, tintas, esmaltes, tudo separado por andar e marca e repleto de atendentes prontas a te explicar para que serve aquela loção na prateleira japonesa.

Vá preparada para gastar horas na gigante da Liberdade, e atenção especial se você trabalhar com estética ou conhecer alguém que possua cartão de alguma profissão relacionada. A loja possui um andar destinado apenas para estes profissionais, com produtos específicos para vendas em salões (Redken, Kerastase, Bed Head, Loreal Professional, etc.)

Se a multidão te assustar de fim de semana, ande mais alguns metros em direção à Praça da Sé e encontre  a segunda e mais recente Ikesaki, uma versão menor porém igualmente completa (e menos cheia de gente). Garanto que não vão se arrepender.

Como chegar no Bom Retiro

Quer dicas sobre o que comprar lá? Leia o nosso post aqui!

Entrada do Bom Retiro
Entrada do Bom Retiro

De metrô ou trem: Desça na estação da Luz (linha azul do metro) e siga as placas escrito Rua José Paulino. Se você vier de metro siga as placas para a estação de trem (baldeação para CPTM) você passará umas catracas e continuará dentro da estação e ai é só seguir as placas indicando Rua José Paulino. Ao sair da estação você vira a esquerda continua andando na mesma calçada da estação, terá uma avenida, você atravessa e já verá uma enorme placa escrito Bem vindo ao Bom Retiro (foto ao lado) e muitas casinhas coloridas que são as lojas.

De carro: Vá preparado! Estacionar lá é um caos mesmo de sábado e o estacionamento vai custar caro! Portanto vá de carro apenas se você for consumista como eu e precisar voltar várias vezes no carro para deixar sacolas porque não cabe mais na sua mão. Como o Bom Retiro é central fica muito difícil dizer como chegar lá porque você pode chegar de tudo quanto é lado portanto a minha dica é coloque no GPS Rua José Paulino, número 0 para você estacionar no começo dela e não pegar um transito infernal.

De taxi: Peça para o taxista te deixar na estação da luz no começo da Rua José Paulino porque senão o engraçadinho vai querer descê-la com você dentro do carro e dai vai ficar bem carinho a corrida.

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.